Câncer  de  Mama e  a  Essência Feminina

Câncer de Mama e a Essência Feminina

Sabendo que o câncer não é uma doença única mas um conjunto grande de patologias diversas , cada tipo de câncer pode trazer demandas específicas aos indivíduos. Sendo assim as neoplasias mamarias tem sua demanda sobre as mulheres.

A mama é o atestado do universo feminino, e o seu acometimento coloca as pacientes a questionar o seu posicionamento como mulher, sua sexualidade, atração, amamentação e posição junto a sociedade.

Associam-se tambem o medo da doença, da recorrência, os sintomas físicos como fadiga, problemas de sono ou dor, alterações da imagem corporal, ansiedades relacionadas ao tratamento, disfunção sexual, pensamentos intrusivos a respeito da doença, ansiedade persistente, relações maritais, sentimentos de vulnerabilidade e elaborações existenciais,incluindo a questão da morte.

Tratamentos para o Câncer de mama

Hoje a minoria das mulheres se submetem à mastectomia. As indicações são para portadoras de um ou mais focos de tumores primários em áreas diferentes da mama, micro calcificações com aspecto maligno e difuso, radioterapia  previa para a mama, margens positivas persistentes  após três ou mais tentativas de remoção do tumor primário,doença do colágeno ativa e tumor grande em uma mama mama pequena.

Uma das complicações da cirurgia é o desenvolvimento do linfedema no membro superior após a dissecção de linfonodos axilares. Além da mulher sentir-se mutilada pela cirurgia, o linfedema causa alterações importantes não só físicas como funcionais. recentemente a técnica do linfonodo sentinela diminuiu o numero de pacientes com essa complicação.

A radioterapia vem como tratamento complementar para pacientes submetidas a tratamento cirúrgico conservador da mama, para diminuir a recidiva ipsilateral. Este tratamento pode ser adjuvante para pacientes que se submeteram a mastectomia e que tem alta chance de recidiva locorregional, principalmente as que apresentam alguns linfonodos axilares acometidos.

  O tratamento sistêmico é dividido em três componentes: hormonioterapia, quimioterapia e imunoterapia.

A hormonioterapia é um tratamento sistêmico adjuvante mais eficaz no tumor de mama, mas nas pacientes que tem tumores que expressam os receptores hormonais de estrógeno e ou progesterona. Os efeitos colaterais principais são relacionados com a menopausa: tromboembolismo, ondas de calor, tumor de endométrio, o tamoxifeno é um modulador seletivo do receptor de estrógeno. Outra classe de hormônios foi desenvolvida -inibidores de aromatase- , que diminuem a produção de estrógeno pela conversão periférica da testosterona. Diferente do tamoxifeno estes não poupam os pacientes da osteoporose e arteriosclerose.

A secura vaginal é um efeito colateral importante pois prejudica a atividade sexual.

A QMT é indicado para pacientes que apresentam altas chances de recidiva, seja pelo número de linfonodos acometidos, pelo tamanho do tumor e principalmente nos pacientes com receptores hormonais negativos. Alguns esquemas de poliquimioterapia podem causar náuseas, vômitos ou alopecia.

 A Imunoterapia além de mostrar o seu benefício em pacientes com tumores metastáticos que hiper expressem essa proteína, também podem reduzir a recidiva de pacientes tratadas com esse anticorpo por um ano após a cirurgia (herceptina ou trastuzumabe).

Medicina alternativa e tratamentos para o câncer.

O uso de métodos não convencionais médicos cresce na medicina geral.

A acupuntura e a medicina tradicional chinesa, assim como medicina ayurvédica, apresenta muitos estudos a respeito de sua funcionalidade tem crescido, para que seu uso seja pautado em critérios científico. O desespero e a frustração dos pacientes podem levar à busca de qualquer método que prometa “cura” ou “conforto” sem rigor científico. O uso de meditação ajudam a equilibrar o psicológico de suas ansiedades e fadigas, aumentando a estimulação imune, expansão, integração da mente e regeneração do SNC, podendo ser utilizada também nos cuidados paliativos.

Concluindo a importância do conhecimento sobre as questões do câncer de mama e as alterações ocasionadas pelos procedimentos realizados, devemos enfatizar a qualidade de vida, sua imagem corporal, trabalho, desconforto físico e vida sexual.

Referências bibliográficas:

Anillo, LM – sexual lifebreast câncer.journal of sexy e marital therapy 26:241-248,2000.

-INCA.estimativa INCA 2010. incidência do câncer no Brasil. Rio de Janeiro: instituto nacional do câncer. 2009.

Clínica Oncofisio ®

Prof. Dra. Kátia Cunha Godinho

Crefito 2 13051

Deixe uma resposta

Fechar Menu